A nossa acção

A Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento (AICS no acrónimo italiano) contribui aos esforços internacionais para aliviar a pobreza no mundo e ajudar os países em desenvolvimento. Os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) são as directrizes básicas para as políticas de desenvolvimento económico e social promovidos pela Cooperação Italiana, globalmente e em Moçambique.

A relação de cooperação entre Itália e Moçambique tem a sua origem no apoio prestado pelo Governo e pela sociedade civil de nosso país nas suas diferentes componentes à luta pela independência e ao processo de paz que pôs fim à guerra civil 1977-1992, culminando com a assinatura de Acordos de Roma 4 de Outubro de 1992.

As áreas de concentração da acção da AICS em Moçambique são a educação, saúde, desenvolvimento rural e desenvolvimento urbano, com foco nas questões transversais da boa governação e igualdade de género.

Em 2015 foi aprovado o Programa País Itália-Moçambique, que cobre os anos 2015-2018.

Desde 2016, na sequência da seca grave na África Austral causada pelo fenómeno climático do El Niño, a Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento está a implementar uma iniciativa regional para mitigar os efeitos da seca e aumentar a resiliência em Moçambique, Suazilândia, Malawi e Zimbábue.

A Cooperação Italiana reconhece as características específicas de seu sistema nacional e as várias articulações nas quais se exprime e promove a participação activa e acção sistémica de apoio para o desenvolvimento de Moçambique, contando com o envolvimento das autoridades locais, universidades , as OSCs e o sector privado.

A Itália compromete-se a incentivar o debate mais alargado possível e diálogo entre os diferentes actores do sistema italiano incentivando parcerias e em conformidade com os princípios de harmonização e alinhamento que surgiram na arena internacional na última década. A cooperação entre os vários actores italianos de desenvolvimento será reforçada através de sinergias com as OSCs e as autoridades locais e instituições italianas ( cooperação descentralizada), respeitando as prioridades identificadas pelo Governo de Moçambique.